Saltar para a informação do produto
1 de 3

Galería Lucía Dueñas

Armado até os dentes

Preço normal $1,953.00 USD
Preço normal Preço de saldo $1,953.00 USD
Em promoção Esgotado

Vídeo 2:51 minutos.

Verónica apela diretamente a outras mulheres através dos altifalantes das suas redes sociais, às mulheres que a rodeiam, aos artistas, às outras mães, às outras filhas. Num jargão coloquial típico do meio ambiente, com isso publicamente a necessidade habitual de se sentir protegido ao caminhar sozinho no meio da natureza ou ao voltar para casa à noite. Mulheres em todo o mundo sentem esse medo instintivo à medida que a pesada sombra da agressão sexual paira constantemente sobre elas, e muitas vezes depositam uma certa confiança em algum objeto que magicamente se torna uma arma defensiva. Uma pedra no bolso, algumas chaves seguradas como uma faca. Através de centenas de comentários, as mulheres que se sentiram desafiadas respondem a partir da sua experiência, da tristeza do quotidiano destes diversos e em alguns casos inusitados objectos de autodefesa. Alguns destes objetos foram aqui depositados como vestígios arqueológicos do presente imediato de mulheres que, dia após dia, caminham inseguras pelo mundo.

A peça de criação de vídeo Armed to the Teeth funciona como um preâmbulo situacional de toda a exposição, pois mostra a atitude de empoderamento que percorrerá cada sala. A projeção, que ocupa a parede principal da sala em formato panorâmico, envolve-nos e surpreende-nos na mesma medida. Aqui encontramos uma hierática Verónica Ruth Frías que assume uma posição perturbadora sobre o espectador, munida de uma espingarda de caça de cano duplo e pronta para disparar a qualquer momento. A cena provoca uma atmosfera atemporal e monótona, que é fomentada pela pose frontal, estática e pela paisagem ensurdecedora absolutamente ocupada pela estridulação monótona das cigarras, que nos fazem pensar num calor sufocante. É paradoxal que o som das cigarras machos vulgares venha de intenções mundanas, como marcar território para os seus condutores ou atrair sexualmente as fêmeas. No meio dessa natureza onipresente e sonora, Verónica aponta e volta para a posição de guarda; Apoie os pés afastados no chão, garanta um bom equilíbrio corporal e mantenha os braços e o tronco livres para um eventual giro necessário. Sistematicamente, ele mira e rearma a guarda. Tudo parece alertar-nos para aquela incerteza sobre a possibilidade do plano, que de alguma forma ressoa na mente do espectador. Sente os pés afastados no chão, garanta um bom equilíbrio corporal e mantenha os braços e tronco livres para uma eventual virada necessária. Sistematicamente, ele mira e rearma a guarda. Tudo parece alertar-nos para aquela incerteza sobre a possibilidade do plano, que de alguma forma ressoa na mente do espectador.

Pedro Alarcón